DICAS PARA CUIDAR DA SUA SAÚDE NO CARNAVAL

segunda-feira, fevereiro 08, 2016 Unknown 0 Comments

Rede de clínicas de varejo MinutoMED dá algumas orientações básicas para a população se divertir sem correr riscos
São Paulo, fevereiro de 2016 - Carnaval é sinônimo de festa, samba e tradição, mas também de muitos exageros. E como todo exagero implica riscos, é preciso tomar alguns cuidados básicos para se prevenir de problemas de saúde - ou pelo menos reduzir os danos. Doenças sexualmente transmissíveis, intoxicação alcoólica e câncer de pele são alguns problemas graves que, na maior parte das vezes, podem ser prevenidos.
O médico formado pela USP André Paranzini, que é Diretor Técnico e um dos fundadores da MinutoMED, rede de clínicas de atendimento imediato para casos de baixa e média complexidade, listou algumas orientações básicas para você se cuidar nos dias de folia.
  1. 1.     Beba com moderação - O álcool em altas doses sempre representa sérios riscos à saúde. Além do mal-estar da costumeira “ressaca”, pode causar problemas mais graves, como o coma alcoólico. A alteração dos sentidos não permite que a pessoa realize adequadamente tarefas rotineiras, como, por exemplo, dirigir - colocando em risco a sua vida e a de terceiros. Em média, as mulheres apresentam menor volemia (volume de sangue circulante) e menor taxa metabólica basal que os homens; no caso da ingestão alcoólica, elas podem apresentar sintomas de intoxicação ingerindo um volume de álcool inferior ao dos homens. Alguns estudos preliminares têm procurado demonstrar que a ingestão de determinados tipos de pera (como a Williams) antes de consumir álcool, pode reduzir os efeitos da ressaca. Embora essas pesquisas ainda precisam de mais informações, vale a tentativa.
  1. 2.        Evite muito sol - Durante o Carnaval, o movimento nas praias é intenso. Por isso, é fundamental o uso de protetor solar (de preferência fator 30) e hidratação constante. Estudos mostram que a curva da proteção solar indicada pelo fator do protetor é logarítmica. Isso significa que, a partir do fator 30, o acréscimo na proteção é pequeno. Ou seja, se você não necessita de um fator de proteção extra, em função de um problema mais sério de pele, vale a pena analisar o custo-benefício na hora de comprar o protetor solar. Sobre a hidratação, é importante manter um consumo constante de líquido, mesmo antes de sentir sede. 
  1. 3.      Cuidado com a alimentação - Quanto à alimentação, ainda que a ingestão de folhas seja altamente recomendada e deva ser mantida, é necessário incluir outros alimentos para produção de energia como, por exemplo, carnes magras, carboidratos complexos e frutas. Evite, se possível, alimentos muito "pesados" ou gordurosos. No caso de ingestão de alimentos fora de casa, é importante certificar-se se aqueles que precisam estar devidamente refrigerados para manter a qualidade (como queijos, frutos do mar, entre outros) satisfizeram a essa condição.
  1. 4.     Use camisinha - O uso do preservativo continua sendo a forma mais eficaz de prevenção de DSTs. Em época de Carnaval, eles são distribuídos gratuitamente em muitos locais, incluindo alguns postos de saúde. Com os novos medicamentos para tratamento da AIDS e a redução das campanhas na mídia, muitas pessoas descuidaram-se da prevenção, aumentando o número de infectados em alguns locais. Além do vírus HIV, uma relação sem proteção leva ao risco de contrair outras doenças (sífilis, herpes, HPV, hepatite, etc), ou até uma gravidez indesejada.

0 comentários: