Jurassic World

quinta-feira, junho 18, 2015 Unknown 3 Comments


Emocionante, envolvente, lindo, de tirar o fôlego e mais todos os elogios que vocês possam imaginar, é o que merece esse filme.


Coração já tinha batido mais forte só ao ver o trailer semanas atras quando fui assistir outro filme, já fiquei cheia de expectativas e contando os minutos pra assistir.

Mesmo depois de alguns amigos terem me dito que não tinham gostado muito, que a história era muito repetitiva e que esperava mais, EU TINHA que assistir pra dar minhas próprias impressões.

O filme já começa arrepiando todos os fios do meu corpo, quando toca a MESMA música do primeiro, aquele instrumental que podemos ouvir apenas nos filmes que tem um dedo (a mão, o braço, as garras) de Spilberg, Michael Giacchino manda muito bem nas suas trilhas sonoras épicas.

Destaque especial para o menino Gray (Ty Simpkins), quem não lembra dele no "Homem de Ferro 3"? O garoto tem uma carinha muito sem vergonha que conquista todo mundo, apesar de neste filme o papel dele ser mais dramático e até meio melancólico, não tem como não se encantar com aqueles olhos.

Os raptores tem um papel fundamental (e diferente) neste filme, eu diria até que podemos chamá-los de anti heróis, o que algumas pessoas acharam "mesmice" eu achei uma bela de uma evolução da trama.


Há também toda a polêmica de cientistas "brincando de Deus", quando modificam animais geneticamente, criando assim a Indominus Rex (sim, é uma fêmea), uma híbrida que chega, chegando e deixa claro todo perigo que pode surgir quando o homem tenta adaptar o natural para algo "melhor".

E como um bom filme, desta magnitude não podia terminar de qualquer jeito, somos surpreendidos com um gran finale, um personagem mais do que queridinho que só aparece pra dizer quem é o verdadeiro dono daquele parque.


Obs.: Vou assistir novamente e da próxima vez em 4D, pois esse MERECE!


3 comentários:

  1. Carlinha adorei o post, as pessoas tem críticas tão mal fundamentadas, não?! Por mais que fosse repetitivo, o que ví que não é, ainda seria legal. Galera da produção não ta pra brincar não, depois dessa sua crítica é que vou assistir mesmo!

    ResponderExcluir
  2. Assisti e adorei! Pude ver em 4XD, cinema interativo onde as cadeiras mexes, sentimos o cheiro da floresta, o vento das cenas aéreas e água nas cenas "molhadas".. Experiência incrível!
    Também verei novamente, é phoda demais!

    ResponderExcluir